quarta-feira, janeiro 19, 2022
Mais

    Sem desoneração, custo da indústria aumenta R$ 756 mi

    24/06 – Fábio Galiotto / Folha Web
    desoneracao 3
    A aprovação na Câmara Federal do fim das desonerações sobre a folha de pagamento deve causar impacto de R$ 756,6 milhões nos custos somente dos seis principais segmentos da indústria paranaense, segundo levantamento divulgado ontem pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). O temor é de que a proposta, que faz parte do ajuste fiscal do governo federal e que deve entrar na pauta de votação hoje, diminua mais o lucro dos empresários, o número de postos de trabalho, além de elevar a inflação em um momento de crise. 
    Existe a possibilidade de o impacto diminuir, caso parte da indústria de alimentos tenha reajustes menores, como propôs o relator do projeto na Câmara, deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ). Os seis principais segmentos industriais do Estado (veja no infográfico) empregam 425 mil pessoas, segundo a Fiep, quase a metade das 870 mil que trabalham no setor. 
    O Projeto de Lei 863/2015 atinge 56 atividades, das quais 40 da indústria, nove de transportes, cinco de serviços, a construção civil e o comércio varejista. A proposta é que as alíquotas para empresas que recolhiam 2% da receita bruta à Previdência passem a 4,5% e as que pagavam 1% subam a 2,5%. Caso não valha a pena, os empresários podem optar por voltar ao modelo antigo de contribuição, de 20% sobre a folha de pagamentos. Segundo a Fiep, dos seis principais segmentos industriais do Estado, somente maquinário, roupas e produtos de metal devem continuar no modelo atual. 
    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img
    ×

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!