segunda-feira, janeiro 17, 2022
Mais

    Pesquisas apontam as causas da diferença salarial entre homens e mulheres

    31/03 – Estadão / Portal Contábil SC

    mulhermercadotrabalho

    A média anual de remuneração das mulheres teima em permanecer cerca de 20% abaixo da dos homens.
    E o motivo pode ser uma realidade preocupante, segundo uma nova pesquisa: o trabalho feito pelas mulheres simplesmente não é tão valorizado.
    A frase soa como uma banalidade, mas o estudo acadêmico por trás dela ajuda a explicar a persistência da diferença de pagamento apesar de fatores que há tempos eram considerados culpados haverem desaparecido. As mulheres, por exemplo, têm hoje mais anos de escolaridade do que os homens, quase tanta experiência quanto e as mesmas possibilidades de perseguir uma carreira com altos salários. A diferença salarial não pode mais ser descartada com observações simplistas de que as mulheres superam os homens em trabalhos que pagam menos, como ensino e serviço social.
    Um novo estudo de pesquisadores da Universidade Cornell descobriu que a diferença entre as carreiras e as indústrias em que os homens e as mulheres trabalham se tornou recentemente a maior causa única da discrepância salarial entre os gêneros, sendo responsável por mais da metade dela. Na verdade, segundo outro estudo, quando as mulheres entram em algum campo em grandes números, o pagamento diminui – pelo mesmo trabalho que antes mais homens faziam.

    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img
    ×

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!