sábado, setembro 18, 2021
More

    Perda do emprego é preocupação de 6 em cada 10 brasileiros, mostra levantamento da Ipsos

    Apesar de 63% temerem perder emprego, 79% dos ouvidos no país dizem que emprego atual permite o desenvolvimento de habilidades para profissões do futuro

    Aproximadamente seis entre cada 10 adultos no Brasil se preocupam com a perda de seu emprego no futuro. A pesquisa “Workers’ Concerns about Job Loss and Access to New Skills in 27 Countries”, realizada pela Ipsos para o Fórum Econômico Mundial, perguntou a entrevistados de 27 países o quão preocupados estavam em perder o emprego nos próximos 12 meses. O levantamento mostrou que o índice de preocupação brasileiro é de 63%, sendo que 32% dos respondentes locais estão “muito preocupados” e 31% estão “um pouco preocupados”. Se olharmos somente os que declararam estar “muitos preocupados”, o Brasil está entre os 3 primeiros países do ranking.

    Considerando a média global de todas as nações avaliadas, o percentual de preocupação está em 54%, nove pontos abaixo do resultado do Brasil. Os países cujas populações mais temem perder o emprego são Rússia (75%), Espanha (73%), Malásia (71%), México (68%) e Peru (68%). Por outro lado, na Alemanha (26%), Suécia (30%), Holanda (36%), Estados Unidos (36%) e Bélgica (37%), as pessoas se preocupam menos.

    As profissões do futuro
    Apesar do receio da perda do emprego, a grande maioria dos entrevistados brasileiros afirma que sua posição profissional atual permite o desenvolvimento de habilidades e competências para os trabalhos do futuro. Neste sentido, 79% dos respondentes no Brasil dizem aprender com as funções que desempenham em seu emprego hoje. Eles se mostram mais otimistas que a média global; somente 67% dos respondentes globais confiam na sua habilidade de apreender e desenvolver as competências necessárias para o emprego do futuro.

    A Espanha (86%), o Peru (84%), o México (83%), a Arábia Saudita (80%) e a Índia (80%) foram as nações com os índices mais altos na pesquisa. Ao fim do ranking, estão Japão (45%), Suécia (46%), Rússia (48%), Polônia (53%) e China (53%). A pesquisa on-line foi realizada com 12.430 pessoas – sendo 685 brasileiros – de 16 a 74 anos, entre os dias 25 de setembro e 09 de outubro de 2020. A margem de erro para o Brasil é de +/- 3,75 pontos percentuais.

    Sobre a Ipsos
    A Ipsos é uma empresa de pesquisa de mercado independente, presente em 90 mercados. A companhia, que tem globalmente mais de 5.000 clientes e 18.130 colaboradores, entrega dados e análises sobre pessoas, mercados, marcas e sociedades para facilitar a tomada de decisão das empresas e das organizações. Maior empresa de pesquisa eleitoral do mundo, a Ipsos atua ainda nas áreas de marketing, comunicação, mídia, customer experience, engajamento de colaboradores e opinião pública. Os pesquisadores da Ipsos avaliam o potencial do mercado e interpretam as tendências. Desenvolvem e constroem marcas, ajudam os clientes a construírem relacionamento de longo prazo com seus parceiros, testam publicidade e medem a opinião pública ao redor do mundo. Para mais informações, acesse: www.ipsos.com/pt-br

    Por Giusti Comunicação

    Avatar Youtube
    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!