segunda-feira, janeiro 17, 2022
Mais

    O Carf não é a Receita, diz secretário

    10/04 – Agência Estado / em.com.br
    carf 2
    O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, defendeu a revisão das decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão colegiado do Ministério da Fazenda responsável por apreciar autuações fiscais e que é alvo da Operação Zelotes da Polícia Federal. “Se tiver algum problema tem que ser revisto. Por que não?”, disse Rachid ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, ao ser questionado sobre a insegurança gerada pelas descobertas da operação da PF. Rachid participou nesta quinta-feira, 09, de reunião fechada de quase três horas com parlamentares da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados.
    A Operação Zelotes investiga esquema de corrupção criado no órgão para anular ou reduzir multas aplicadas a empresas pela Receita Federal. As fraudes, que contariam com a participação de servidores, conselheiros e ex-conselheiros do Carf, podem ter causado prejuízos de R$ 19 bilhões aos cofres públicos. Até agora, já foram apuradas perdas em torno de R$ 6 bilhões. Com a descoberta do esquema de fraudes, as decisões do Carf que anularam autuações milionárias dos grandes ficaram sob suspeitas. O Carf é uma espécie de tribunal administrativo no qual os contribuintes podem recorrer das decisões de autuações de cobranças de tributos feitas pelos fiscais da Receita.
    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img
    ×

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!