quinta-feira, agosto 5, 2021
More

    Liderar é inspirar e despertar o outro para a vontade de realizar

    Ser líder já não é apenas possuir inúmeras certificações e diplomas, ter insights brilhantes e revolucionários, nunca errar, ter superpoderes ou respostas para todos os questionamentos. A característica mais marcante do líder contemporâneo é a habilidade de lidar com a equipe, estimular novas ideias, incentivar o aprimoramento permanente, unir os colaboradores em torno dos mesmos objetivos, motivá-los e engajá-los nos propósitos da empresa e nos resultados.

    Um dos pilares de uma boa liderança é criar condições para o amadurecimento do seu time, para o desenvolver do olhar estratégico desses seus parceiros. Surgiu um problema? Evite o impulso de rapidamente tomar a frente e resolver a questão. Com essa centralização, você pode estar perdendo uma grande oportunidade para desenvolver as pessoas, afinal, a gente cresce diante das dificuldades. Comece aos poucos, incentive as tomadas de decisões, a autogestão no dia a dia, não dê respostas prontas, ouça o que cada um deles têm a dizer sobre as situações que se apresentam no cotidiano. 

    Para que isso dê certo não se pode focar no “como fazer”, mas sim nos objetivos e nos resultados finais. Certamente que o líder deve estabelecer regras, diretrizes e oferecer manuais, contudo, é fundamental que ele não exija que o colaborador aja como ele, e deixe que o liderado empregue sua própria técnica, sua velocidade e suas impressões para realizar uma atividade ou tomar uma decisão. Isso implica, inclusive, que ele assuma as responsabilidades. Entretanto, delegar não é delargar: além de orientar e motivar o colaborador, cabe ao líder ainda acompanhar todo o processo, estar aberto para questionamento e dar feedbacks, isso faz parte do seu escopo como gestor.

    O feedback ocupa um lugar no destaque no relacionamento entre líder e liderado. Se ele for negligenciado pode haver comprometimento tanto na transparência dessa relação como no desenvolvimento do colaborador. Há grandes mitos e receios que permeiam essa ferramenta corporativa, mas é preciso ressaltar que, quando há respeito e imparcialidade, o processo só trará benefícios. Ao lidar com o outro, o líder deve deixar as emoções de lado, trazer evidências e indicadores do que vai falar, sempre focando nas ações realizadas, sem personificar. O feedback tem sempre a intenção positiva, que é corrigir rotas e comportamentos, auxiliar no crescimento profissional, elevar a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos e conquistar os resultados.

    Ser um bom líder vai muito além das competências técnicas e envolve decisivamente as questões comportamentais. Muitas vezes, o dia a dia atarefado de um escritório contábil, repleto de uma diversidade de obrigações acessórias, tributos a vencer e prazos a serem atendidos exigem do líder atenção às questões operacionais, o que acaba dificultando seu próprio aprimoramento. A comunicação, envolvendo aspectos verbais e não verbais, por exemplo, é uma habilidade que precisa ser dominada pelo gestor. Passar a mensagem da maneira correta é fundamental para a forma como a equipe vai se comportar e se engajar no processo. Isso deve ser feito de uma maneira clara, firme e tranquila, para que os colaboradores possam absorver o conteúdo e ainda repassar esses adjetivos em suas conversas com clientes, fornecedores e parceiros.

    Por fim, é sempre bom lembrar que o papel de líder não está atrelado ao cargo que você ocupa, mas ao poder de influência que você exerce. Muito menos atrelado ao ambiente corporativo: podemos destacar a nossa liderança em casa, na escola, na igreja e em todos os ambientes sociais. E mais: ninguém nasce líder! Muitas pessoas têm certamente predicados natos que podem ajudar, mas a liderança se aprende sim, com estudo, aprimoramento, ao superar desafios e exercer esse aprendizado diariamente.

    Equipe Contabilidade na TV

    O conteúdo deste texto foi extraído do debate promovido pelo Programa “Delas, Para Elas” realizado em 8 de junho e que debateu o tema: “Liderança efetiva: como gerar mais resultados com seus colaboradores”.

    Assista a íntegra do bate-papo em: https://youtu.be/zCF12SAYxko

    Ficha técnica do programa:

    Apresentação e mediação: Magda Battiston, jornalista e produtora executiva do Portal Contabilidade na TV.

    Mediação: Ana Meneguini, criadora da ITM, Estratégia de Marca & Cultura para Diferenciação Competitiva

    Participação:

    Debora Ramos – Empresária contábil e vice-presidente do CRC/PE

    Gabriel Rodrigues de Morais – Gerente de Produtos Digitais na BSSP

    🔒 Apoiadores @fenacon_oficial & @sci_sistemas_contabeis

    😉 WHATSAPP NEWS
    👉 Entre em nossa lista de transmissão para receber notícias contábeis via Whatsapp: https://bit.ly/3iAdizF

    🤩 TELEGRAM
    👉 Canal de Notícias MULHER CONTADORA: https://t.me/mulhercontadora
    👉 Canal de Notícias CONTNEWS: https://t.me/contnews
    👉 Canal de Notícias A REFORMA TRIBUTÁRIA: https://t.me/areformatributaria

    Avatar Youtube
    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!