quarta-feira, janeiro 19, 2022
Mais

    Inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos recua mas permanece acima do IPC-BR

    O Índice de Preços ao Consumidor -Classe 1 (IPC-C1) de setembro caiu 0,09%, ficando 0,20 ponto percentual (p.p.) abaixo de agosto quando o índice registrou taxa de 0,11%. Com este resultado, o indicador acumula alta de 3,19% no ano e 3,81% nos últimos 12 meses.

    Em setembro o IPC-BR não registrou variação. A taxa do indicador nos últimos 12 meses ficou em 3,51%, nível abaixo do registrado pelo IPC-C1.

    Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação: Habitação (0,95% para 0,26%), Alimentação (-0,46% para -0,72%), Transportes (0,05% para 0,03%) e Comunicação (0,68% para 0,54%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: tarifa de eletricidade residencial (3,10% para 0,38%), bebidas alcoólicas (2,79% para -0,95%), alcool combustível (4,28% para 1,33%) e tarifa de telefone residencial (1,54% para 0,18%).

    Em contrapartida, os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (0,01% para 0,22%), Vestuário (-0,44% para 0,03%), Educação, Leitura e Recreação (0,04% para 0,37%) e Despesas Diversas (-0,07% para 0,13%) apresentaram avanço em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: artigos de higiene e cuidado pessoal (-0,29% para 0,32%), roupas (-0,51% para 0,23%), passagem aérea (-5,36% para -0,54%) e alimentos para animais domésticos (-0,43% para 0,71%).

    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img
    ×

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!