sexta-feira, setembro 17, 2021
More

    2021: o ano de consolidação do eSocial

    O eSocial representa uma grande revolução no mundo do trabalho no Brasil. O projeto tem sido debatido já há uma década e sua implantação efetivada nos últimos anos, contudo, muitos contribuintes ainda não levam fé no sistema. Acredite, ele já é uma realidade, veio para ficar e tem trazido gradualmente grandes benefícios para as empresas e o Governo.

    Braço trabalhista do SPED – Sistema Público de Escrituração Digital, o eSocial tem mudado expressivamente a forma com que as empresas lidam com suas obrigações de natureza trabalhista, fiscal e previdenciária. Seu intuito é desburocratizar, simplificar, otimizar e dar transparência aos processos, integrar e dar segurança aos dados e reduzir custos, objetivos nobres e desejados por todos os envolvidos, mas por que então ele assusta tanto?

    Porque os processos de mudanças incomodam, nos tiram da zona de conforto, causam ansiedade e desconforto, exigem transformação de mindset e de comportamento, além de muito aprendizado e dedicação.

    Ao longo dos anos, o processo de entendimento e de implantação do eSocial não foi fácil, apresentou constantes alterações de leiautes, erros técnicos e operacionais e trouxe inúmeras dificuldades e desafios para as empresas, tanto de adaptação, alterações em suas rotinas, como investimento em tecnologia e qualificação. Tudo isso, somado à demora de concretização de alguns benefícios, como a extinção de determinadas obrigações acessórias, acabou por desanimar uma parcela de contribuintes.

    Entretanto, com o passar do tempo e a entrada do quarto ano do sistema, as adaptações se tornaram mais fáceis, o sistema foi simplificado, surgiram facilidades, como a possibilidade de download de relatórios, a simplificação das adaptações às mudanças legislativas, e as tão almejadas redução de retrabalho e do número de exigências fiscais, que vêm acontecendo gradualmente, como a extinção do CAGED, da RAIS, da consulta do seguro-desemprego e o surgimento da carteira digital, que permite ao trabalhador ter acesso ao seu histórico trabalhista e a informações como salário e registro de férias, e redução de fraudes,. Além disso, a integração, unificação e segurança das informações tem contribuído significativamente para a gestão das empresas.

    Hoje, o principal desafio do eSocial é a mudança cultural e a conscientização dos empresários para uma nova Era trabalhista no Brasil, onde não há espaço para o famoso “jeitinho”, como a realização de uma admissão ou uma demissão retroativa, e os dados e informações exigem tratamento em tempo real, diário, fazendo parte da rotina das organizações. Para isso, é vital estudar, qualificar a equipe, se atualizar, entender o funcionamento do sistema, organizar o trânsito de dados corporativos e cumprir a obrigação de forma correta.

    O ano de 2021 será decisivo para o eSocial. Uma das principais mudanças, e também um grande desafio, é a obrigatoriedade de envio dos eventos de Segurança e Saúde do Trabalhador (SST). Contudo, a grande novidade é a necessidade de envio das folhas de pagamento para o sistema pelas empresas do Grupo 3, como optantes pelo Simples Nacional e MEIs, ou seja, as micros e pequenas empresas, que formam a grande maioria de contribuintes do País.

    Enfim, o processo de implantação continua e terá um grande marco ao longo do ano. São muitos os desafios pela frente, contudo, a dica é buscar conhecimento e focar nos inúmeros benefícios já presentes e os que certamente virão. Superados todos os percalços dessa caminhada, certamente todos têm a ganhar: contribuintes, contadores, empresas de software e o país.

    Equipe Contabilidade na TV

    O conteúdo deste texto foi extraído do debate promovido pelo Programa “DPE – Delas, Para Elas” realizado em 23 de março e que debateu o tema: “eSocial 2021: vamos domar esta fera!”.

    Assista a íntegra do bate-papo em: https://youtu.be/K7zCOUCkDAo

    Ficha técnica do programa:

    Apresentação e mediação: Magda Battiston, jornalista e produtora executiva do Portal Contabilidade na TV.

    Mediação: Ana Meneguini, criadora da ITM, Estratégia de Marca & Cultura para Diferenciação Competitiva

    Participações:

    *Natália Santos – empresária contábil e professora em DP

    *Jení Carla Fritzke Schulter – analista de negócios e consultora em DP da SCI Sistemas Contábeis

    *Cleide de Souza – analista de negócios em DP da SCI Sistemas Contábeis

    😉 *WHATSAPP NEWS*
    👉 Entre em nossa lista de transmissão para receber notícias contábeis via Whatsapp: https://bit.ly/3iAdizF

    🤩 *TELEGRAM*
    👉 Canal de Notícias CONTNEWS: https://t.me/contnews
    👉 Canal de Notícias A REFORMA TRIBUTÁRIA: https://t.me/areformatributaria
    👉 Canal de Notícias MULHER CONTADORA: https://t.me/mulhercontadora

    🤩 *FACEBOOK GRUPOS*
    👉 MULHERES CONTADORAS: https://www.facebook.com/groups/mulhercontadora
    👉 REFORMA TRIBUTÁRIA: https://www.facebook.com/groups/reformatributaria2020

    🧞‍♂️ *SOCIAL MÍDIA*
    👊 PORTAL: www.contabilidadenatv.com.br
    👊 YOUTUBE: https://www.youtube.com/user/contabilidadenatv
    👊 INSTAGRAM: https://www.instagram.com/contabnatv/
    👊FACEBOOK: https://www.facebook.com/contabilidadenatv/
    👊TWITTER: https://twitter.com/contabnatv
    👊 LINKEDIN: https://br.linkedin.com/company/contabilidadenatv

    Avatar Youtube
    Contabilidade na TV
    Informações pertinentes ao dia-a-dia dos profissionais contábeis. Notícias contábeis diárias, vídeos de eventos contábeis e conteúdos específicos para o contador!

    Comentários

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Posts Relacionados

    Populares

    spot_imgspot_img

    CADASTRE-SE NA NEWS

    Assine a nossa lista e receba novidades sobre o Contabilidade na TV.

    OBRIGADO

    POR SE INSCREVER!