Saber Seguir em frente!

0
42

Um novo mundo chegou, assim, sem avisar, tudo foi tirado do lugar.
E nós ficamos perdidos, saudosos da nossa zona de conforto, ansiosos com tantas mudanças.
Será mesmo que não sabíamos que isso um dia iria acontecer?

E agora, o que fazer?
Você não precisa mais sair de casa para trabalhar e aprendemos que as conexões sociais são muito mais importantes que o mundo virtual. O professor teve que se adequar para passar seu conteúdo, as famílias precisaram se reinventar para construir uma nova rotina e a briga com o relógio mudou o sentido de tempo.

Mas ainda encontramos aqueles que estão esperando tudo voltar ao normal, o tal ‘depois que isso passar…’.
É possível passar por tantas transformações e mesmo assim, depois, voltar ao que era?

Empresários x Colaboradores
E as empresas, como serão?
Os empresários, como seguir?
E os colaboradores, como enfrentar essa nova realidade?

Seja qual for sua posição, o melhor a fazer agora é prestar atenção ao seu redor. Ouvir e saber se fazer ouvir, levar e buscar informações, o que nos causa medo é a escuridão que pensamos estar pela falta de comunicação. Comunicação é a palavra da vez! Estejam próximos, se façam presentes! Não é hora de medir forças, precisamos unir o que temos de melhor.
Se para a empresa está difícil (e nós sabemos que está), para o colaborador a realidade não é diferente.
Mas, o principal agora, é esse entendimento: cada um entender o lado do outro. Difícil? Demais. Não somos acostumados e nem nos foi ensinado isso.

Ambos os lados precisam de AJUDA!
Enquanto os empresários estão com as preocupações dos fornecedores, bancos, aluguéis, impostos, folha de pagamento, clientes e ainda com os próprios colaboradores, já os colaboradores tem a preocupação de garantir seu emprego, trazer o pão de cada dia para casa, não deixar faltar o mínimo necessário, além de aluguel, educação dos filhos e financiamentos.

Faturamento x Rendimento Familiar
As empresas estão faturando menos e tentando equilibrar as despesas. As famílias estão com o rendimento familiar diminuindo e vendo suas despesas aumentarem. O cenário não é motivador para ninguém. Parece uma eterna montanha russa, mas o mais importante é preservar a empresa e o colaborador, que são os recursos mais valiosos para o crescimento e uma retomada da nossa economia.

E qual seria a solução então?
NEGOCIAR! CONVERSAR! DISCUTIR! COLOCAR AS CARTAS NA MESA!
Talvez tenhamos que avaliar benefícios, criar outras maneiras de incentivar a equipe. O líder vai precisar ativar sua escuta mais do que nunca, e perceber detalhes que não vão estar nem um pouco visíveis. O colaborador vai ter que se aperfeiçoar, o time é a força de uma empresa e a empresa faz parte da história de muitos.
Estamos tão misturados como nunca estivemos, e não vai ser o mais forte ou mais inteligente que vai vencer essa batalha, mas sim aquele que tem o poder de se adaptar a novas situações e fazer desses ‘limões’ uma bela ‘limonada’, ou, quem sabe, uma ‘caipirinha’.
Busque, estude, se capacite, esse é o momento do diferente aparecer!
Não tenha medo e nem receio, há espaço para TODOS!

EM QUAL LADO VOCÊ ESTÁ?

Artigo escrito por Cleo Longen e Jení Carla Fritzke Schulter

@coachcleolongen e @jenicarla

Sigam nosso projeto no Instagram: @um.novoolhar

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome