Situação da indústria melhora em junho, embora país esteja claramente em crise, afirma CNI

0
35

Sondagem Industrial mostra aumento da atividade do setor em relação a maio. O emprego caiu de forma menos intensa e a ociosidade está alta, mas em trajetória de queda. A falta de consumidor ainda é um problema

A Sondagem Industrial, pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que o melhor desempenho da indústria desde o início da pandemia ocorreu em junho. Os dados se deslocaram totalmente dos piores momentos, embora ainda deixem claro o cenário de recessão. Foram entrevistadas 1.880 empresas (754 pequenas, 658 médias, 468 grandes) entre 1º a 13 de julho.

A falta de demanda interna, restringida pelas medidas de distanciamento social, segue na primeira posição no ranking de principais problemas enfrentados pela indústria no segundo trimestre e foi indicada por 38,3% dos entrevistados. A elevada carga tributária foi assinalada por 32% das empresas no segundo trimestre. A Sondagem Industrial também mediu falta ou alto custo da matéria-prima, taxa de câmbio, inadimplência dos clientes, falta de capital de giro e burocracia.

Empresário retoma otimismo em julho

Os índices de expectativas de julho a retomada do otimismo dos empresários industriais após três meses de pessimismo. Todos os índices voltaram a situar-se acima da linha divisória de 50 pontos, após três meses abaixo da linha

Intenção de investir segue baixa

O índice de intenção de investir segue em patamar baixo, apesar do aumento em julho. O crescimento observado foi de 5,3 pontos na passagem de junho e julho, alcançando 46,7 pontos. O índice se encontra 12,5 pontos abaixo do registrado em janeiro e 2,7 pontos abaixo de sua média histórica.

Acesso ao crédito piorou

Ainda sob os efeitos da pandemia, os empresários continuam a demonstrar grande insatisfação com sua situação financeira e a margem de lucro operacional de seus negócios. O acesso ao crédito tornou-se ainda mais difícil e recuou no trimestre: queda de 0,7 pontos para 33,1 pontos. Em relação ao último trimestre de 2019, o índice registra queda acumulada de 10,1 pontos.

Sondagem Indústria da Construção

A CNI divulga nesta sexta-feira (24), às 10h, a pesquisa Sondagem Indústria da Construção de junho, uma publicação mensal sobre tendência e expectativas. Em maio, o nível de atividade da indústria da construção apresentou nova queda, porém mais restrita e menos intensa do que nos dois meses anteriores, abril e março.

Os dados serão publicados no Portal da Indústria e encaminhados por e-mail aos jornalistas cadastrados. Também serão divulgados no Twitter da CNI.

Por: Adriana Nicacio / Agência CNI de Notícias

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome