Atividade Econômica aponta retração de 7,0% da economia em abril

0
14

O IAE-FGV – 1ª Prévia, aponta retração de 7,0% da atividade econômica em abril, em comparação a março. Este resultado mostra o impacto negativo gerado pela COVID-19 na economia brasileira, no primeiro mês completo de isolamento social. Na análise interanual a queda registrada em abril foi de 10,9%. Ambas as taxas foram recorde de retração nestas comparações considerando a série histórica iniciada em 2000.

Os maiores impactos negativos foram sentidos nas atividades industriais e de serviços, que apresentaram recordes de retração em abril, na análise interanual. As quedas mais acentuadas na indústria total foram na transformação seguida da construção; e, nos serviços as maiores quedas foram no comércio, nos transportes e em outros serviços. À exceção da construção, todas as demais atividades citadas apresentaram as maiores retrações de suas respectivas séries históricas.

No trimestre móvel, o indicador aponta retração de 5,0% no trimestre em abril, em relação ao trimestre findo em janeiro e de 3,7% na comparação interanual.

O IAE-FGV é um indicador que antecipa a tendência da economia brasileira a partir da divulgação de três versões com base na divulgação das principais pesquisas mensais de atividade divulgadas pelo IBGE. As principais informações para a atualização do indicador são: Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF); Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e; Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Por Portal IBRE FGV

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome