Inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos recua mas fica acima do IPC-BR

0
13

O Índice de Preços ao Consumidor -Classe 1 (IPC-C1) de fevereiro variou 0,02%, ficando 0,53 ponto percentual (p.p.) abaixo de janeiro, quando o índice registrou taxa de 0,55%. Com este resultado, o indicador acumula alta de 0,57% no ano e 4,06% nos últimos 12 meses.

Em fevereiro o IPC-BR variou -0,01%. A taxa do indicador nos últimos 12 meses ficou em 3,76%, nível abaixo do registrado pelo IPC-C1

Nesta apuração, sete das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação: Habitação (0,37% para -0,54%), Educação, Leitura e Recreação (2,48% para -0,32%), Transportes (0,50% para -0,03%), Alimentação (0,83% para 0,51%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,29% para 0,26%), Comunicação (0,15% para 0,11%) e Despesas Diversas (0,16% para 0,15%).

Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: tarifa de eletricidade residencial (0,86% para -2,60%), cursos formais (5,07% para -0,02%), gasolina (1,02% para -1,64%), frutas (3,32% para 1,41%), serviços de cuidados pessoais (0,35% para 0,17%), mensalidade para TV por assinatura (1,00% para 0,21%) e alimentos para animais domésticos (0,66% para -2,19%).

Em contrapartida, o grupo Vestuário (-0,24% para 0,32%) apresentou avanço em sua taxa de variação. Nesta classe de despesa, vale citar o item roupas (-0,52% para 0,48%).

Acesse o press release

Por Portal IBRE FGV

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome