ICMS sobre combustível: Como fica a situação financeira dos estados?

1
70

Ouça o especialista em Direito Tributário Eduardo Natal

O assunto de hoje no Revista Brasil foi a proposta de zerar o ICMS sobre os combustíveis, o que afetaria a situação financeira dos estados. O entrevistado foi Eduardo Natal, especialista em Direito Tributário.

Ouça a reportagem.

Eduardo acredita que a proposta do governo parece pouco responsável, tendo em vista que a tributação dos combustíveis para os estados representa quase 20% do que os estados arrecadam.

“Abrir mão dessa arrecadação é algo muito delicado para os estados”, ponderou.

Para ele, com essa proposta os estados devem encontrar uma gestão eficiente tanto na arrecadação, como também na contenção de gastos e despesas.

Revista Brasil vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 8h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio, e às 6h (horário local) pela Rádio Nacional do Alto Solimões. Aos sábados, o programa vai ao ar às 8h pela rádio Nacional AM Brasília.

Por Revista Brasil / Agência Brasil (EBC)

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

1 COMENTÁRIO

  1. Vivemos novos tempos. Os estados precisam e devem repensar seus orçamentos, todas as despesas e custos. É preciso rever conceitos e valores, pois, a máquina é excessivamente pesada. Tem que ser coerente, mudar as regras. Está mais do que na hora de rever essa carga tributária absurdamente pesada. Tem muito dinheiro, o problema é como estão administrando os recursos. Se começar a mudar isso, certamente a política vai deixar de ser atrativa para muitos e com certeza para a maioria, pois o que se ver não é interesse humanitário de buscar um crescimento como um todo é só faixada, por isso que eles brigam tanto para conseguir se eleger ou se reeleger… isso está mais do que na cara, só não ver quem não quer… e não adianta eles se ofenderem pois até aqui não se viu nenhum fazendo o que tem de ser feito… no final quando entram na politica pregam uma coisa e quando estão lá pregam outra coisa. Tá na hora de mudar isso e tem que começar pelo bolso.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome