AM: Setores lutam contra o reajuste de ICMS

0
196
17/03 – Joandres Xavier / Em Tempo

O comércio e a indústria do Amazonas estão se mobilizando para impedir a aprovação do projeto de lei nº 26/2017 que vai encarecer diversos produtos e serviços, principalmente TV por assinatura e combustível como o óleo diesel. O PL aumenta em 2% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em cima de vários itens que, segundo o governo estadual, são supérfluos.
O governo do Amazonas argumenta que a arrecadação decorrente do reajuste será destinada ao Fundo de Promoção Social (FPS) do Estado, porém, entidades como a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus) e a Associação de Jovens Empresários do Amazonas são contra a proposta. A Federação da Indústria do Estado do Amazonas (Fiem) alertou que nenhum empresário seria a favor de uma medida que onera as empresas, mas pretende encontrar um equilíbrio.
O presidente da CDL-Manaus, Ralph Assayag, afirmou que se o reajuste for aprovado na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) quem vai perder é o consumidor. “Vai ser terrível porque todos nós teremos preços mais caros em todos os produtos. É um projeto que afeta toda a cadeia produtiva e uma conta que vai terminar com o consumidor pagando”, comentou.

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome