Títulos protestados acumulam alta de 24,9% no ano, segundo Boa Vista SCPC

0
319
06/12 – Tamer Comunicação Empresarial

De acordo com os dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), o número total de títulos protestados no país aumentou 24,9% no acumulado de janeiro a novembro de 2016 em relação ao mesmo período do ano anterior.
Na comparação interanual, os títulos protestados diminuíram 4,3% e recuaram 12,0% em relação ao mês anterior. O valor médio dos títulos protestados para novembro foi de R$ 3.537.
A tabela 1 apresenta o resumo dos dados

Títulos protestados de empresas por regiões
Quando analisados apenas os títulos protestados das empresas, no acumulado do ano o crescimento foi de 8,0%. Na variação interanual houve queda de 10,8% e na comparação mensal o recuo foi de 10,6%. A região Sudeste contribuiu com a maior parcela dos títulos protestados (55,3%), seguida pelas regiões Sul (22,3%), Nordeste (10,7%), Centro-Oeste (7,5%) e Norte (4,2%).
No acumulado do ano, a região Sudeste foi a que obteve o maior crescimento (18,5%), seguida por Centro-Oeste (1,6%). As demais regiões recuaram no período, sendo que o Nordeste foi a região que registrou maior queda (5,4%).
O maior valor médio dos títulos protestados em novembro foi na região Centro-Oeste (R$7.350), ante uma média nacional para pessoa jurídica de R$ 5.554. A tabela 2 mostra as variações nos protestos de títulos para as pessoas jurídicas entre as regiões do país para os diferentes períodos.

Nota metodológica
O indicador de títulos protestados da Boa Vista SCPC mostra a evolução da quantidade de registros de débitos decorrentes de protestos de títulos, informados por cartórios de protestos no referido mês.
A série histórica deste indicador inicia em 2006 e está disponível em:

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome