Dia do Empresário Contábil: o que comemorar e o que reivindicar neste 12 de janeiro?

0
828
11/01 – Elizete Schazmann para Contabilidade na TV
Para ser um profissional contábil de sucesso num mercado dinâmico como o de hoje é fundamental ver além dos números, projetar o futuro a partir dos dados que as empresas apresentam e, num país em recessão, onde muitas empresas se voltam para o mercado externo, ter uma visão global, além de estar atualizado com as tecnologias e as exigências do fisco. Estas obrigações se potencializam quando se trata de um empresário contábil que, ainda tem a responsabilidade  de conduzir toda uma equipe por este caminho de pedras, e elas não são poucas.
De acordo com dados do Conselho Federal de Contabilidade, o Brasil possui  aproximadamente 51.429 organizações contábeis.  Neste dia 12 de janeiro é comemorado o Dia do Empresário Contábil e nós, do Blog Contabilidade na TV, procuramos saber de líderes sindicais patronais da categoria em todo o país, quais as mais importantes conquistas  dos empresários contábeis e o que gostariam de ganhar de presente nesta data.  Leia abaixo os depoimentos:
Presidente do SESCON-SP, Márcio Massao Shimomoto
As conquistas: Acredito que a principal conquista do segmento empreendedor contábil na última década seja a abertura de canais de diálogo com o governo, seja nas esferas Federal, Estadual ou Municipal, nos âmbitos Executivo, Legislativo e Judiciário, o que tem nos permitido debater muitas questões com a esfera pública, não apenas em busca de um melhor ambiente de negócios para as empresas de contabilidade, mas também para os contribuintes de uma forma geral. Temos sido porta-vozes das necessidades, das aflições e dos desejos dos empreendedores, temos tido a oportunidade de mostrar a prática e a vivências das empresas, especialmente das micros e pequenas, junto a estes governos, conquistamos uma credibilidade e, em virtude disso, temos abraçado muitos avanços. Além disso, temos ganhado cada vez mais valor e credibilidade também junto ao empreendedor brasileiro, que tem percebido a importância da Ciência Contábil como um grande instrumento de gestão empresarial e a sociedade reconhece o trabalho realizado em prol do empreendedorismo, de um melhor ambiente de negócios e pelo desenvolvimento do País.
O presente desejado: Um grande presente para os empresários e todo o segmento contábil seria maior segurança jurídica e uma simplificação do sistema tributário brasileiro, com leis e regras mais claras, a eliminação de legislações antagônicas sobre um mesmo tema e extinção de obrigações acessórias redundantes ou desnecessárias. Esse cenário seria expressivamente benéfico para os empresários de contabilidade, pois possibilitaria a eles a dedicação total à sua verdadeira atividade: de consultor e assessor das empresas e dos contribuintes.
 
Presidente do Sescon Rio de Janeiro, Lucio Fernandes
As Conquistas: Ao contraponto de maior responsabilidade em atender às várias obrigações acessórias instituídas pelos órgãos arrecadadores e fiscalizadores, no âmbito federal, estadual e municipal, o empresário contábil viu o crescimento da valorização da sua atuação profissional, mas que ainda não corresponde a toda sua participação no crescimento econômico do empresariado em geral.
O presente desejado: Um maior respeito por parte dos órgãos arrecadadores e fiscalizadores, no âmbito federal, estadual e municipal, para que nós, profissionais da contabilidade, sejamos ouvidos antes de implementação de legislação de imposição de obrigações acessórias.
Diretor Administrativo do Sescon Campinas,  Breno Acimar Pacheco Corrêa
As conquistas:
a) O enquadramento no Simples Nacional da atividade de contabilidade, foi uma conquista que
beneficiou muitos empresários contábeis, com redução da carga tributária;
b) A Resolução do TSE (23.463) que obriga a contratação de um profissional da Contabilidade nas prestações de contas eleitorais para cargos eletivos; abrindo assim um novo nicho de mercado.
O presente desejado:
a) Redução do excesso de legislação e obrigações acessórias, algumas que chegam ser redundantes ou repetitivas;
b) Tratamento diferenciado aos profissionais da contabilidade por parte dos órgãos públicos, tais como: municipais, estaduais e federal.
Presidente do Sescap Ceará, Daniel Coêlho
As Conquistas: Uma crescente valorização e reconhecimento da contribuição que prestamos ao desenvolvimento do país e da sociedade.
O presente desejado: Uma reforma tributária que contemplasse uma radical simplificação na legislação e na arrecadação de impostos.
Diretor do Sescon do Estado do Amazonas, Paulo Euzébio da Silva Filho.
As Conquistas: A deferência da sociedade empresarial junto a nossa profissão. Saber que o próprio governo tem a ciência e consciência da importância da profissão contábil, os serviços ora prestados de forma gratuita para o fisco geram arrecadação dos tributos, fornecem dados concretos em todos os âmbitos constituídos pelos profissionais da contabilidade.
O presente desejado: O respeito dos governos federal, estaduais e municipais em minimizar a burocracia brasileira, minimizar quantitativamente as diversas obrigações acessórias, isso daria tempo ao especialista estudar mais e contribuir melhor para o Brasil.
Presidente Sescap Londrina, Jaime Cardozo
As Conquistas: As maiores conquistas dos empresários contábeis,  poderíamos afirmar sem sombra de dúvidas, são aquelas promovidas pelo Sistema FENACON/SESCAP/SESCON, entre elas o enquadramento no Simples Nacional – Anexo III, extinção de algumas multas de Gfips, manutenção do ISSQN – Uniprofissional ,entre outros.
O presente desejado: Acima de tudo o reconhecimento pelo trabalho que por ele é desenvolvido, tanto pelos clientes quanto pelos governos federal, estadual, municipal e por toda a sociedade que diretamente é beneficiada pelo bom trabalho desenvolvido pelos empresários contábeis!

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome