Sebrae terá papel estratégico no programa verde amarelo

0
357

Projeto, que foi apresentado na segunda-feira, em solenidade no Palácio do Planalto, deve atender pelo menos quatro milhões de pessoas

O governo federal lançou na segunda-feira (11), o Programa Verde Amarelo, que tem como objetivo principal estimular a criação de empregos, a capacitação de trabalhadores por meio de parcerias com o Sebrae e o Senai. Na primeira fase, a intenção é treinar pelo menos dois milhões de pessoas, abrindo novas vagas no mercado de trabalho. No mesmo evento, foram anunciadas outras medidas, como microcrédito, que vai incentivar a participação de bancos digitais, facilitando o atendimento ao cidadão. O Ministério da Economia projetou assinar 10 milhões de contratos até dezembro de 2022 e conceder R$ 40 bilhões em créditos.

“Queremos promover, em larga escala, a qualificação profissional de qualidade, conectada com o futuro e com as demandas dos setores produtivos, para elevar a empregabilidade e a produtividade além de difundir conhecimento e tecnologia”, afirmou o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa. “Esse desafio torna-se ainda mais importante ao considerarmos que 74% dos investidores internacionais consultados pelo Future of Jobs Report 2018, do Fórum Econômico Mundial, afirmam que o capital humano é o fator mais importante em um ambiente de negócios e na decisão de onde investir e gerar empregos no mundo”, explicou o secretário, durante a apresentação das medidas.

Segundo o secretário, as empresas receberão vouchers para a qualificação de seus trabalhadores contratados ou que venham a ser. Carlos Da Costa explicou ainda que outros planos de treinamento dos empregados não deram certo em razão de terem sido implantados onde não havia demanda. “O Sebrae está tomando iniciativas não apenas para a geração de emprego e renda, mas para a qualificação”, observou o presidente do Sebrae, Carlos Melles, também presente no lançamento do programa Verde e Amarelo, realizado com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, dentre outras autoridades. “ Nosso planejamento é que a medida atinja amplamente micro e pequenas empresas de todo o país.

No evento, o secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, anunciou outras iniciativas, como as que incentivam a contratação de jovens, a inserção de pessoas com deficiência e reabilitados, além do microcrédito para pessoas de baixa renda. O conjunto de medidas deve beneficiar cerca de quatro milhões de pessoas em três anos. Além disso, o governo editou uma MP (medida provisória) que coloca novas regras sobre o trabalho aos domingos, que atualmente é autorizado dependendo do tipo de atividade. Com isso, espera-se a criação de 500 mil empregos na indústria e no varejo até 2022.

Por Agência Sebrae de Notícias

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome