Governo Federal assina acordo de cooperação técnica com o CFC sobre política para idosos

0
182

Na quarta-feira (20), o presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda, e a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, assinaram um termo de cooperação técnica que tem por objetivo realizar, em conjunto, ações que visem o incentivo à dedução anual do Imposto de Renda para doações aos fundos (municipais, estaduais e nacionais) que subsidiam políticas voltadas aos idosos.

Na prática, serão realizados eventos que tratam sobre o tema e ações que apresentem relatórios conclusivos sobre a efetiva destinação, acompanhamento e aplicação dos recursos destacados para o incentivo à prática solidária.

O presidente Zulmir Breda destacou a importância da parceria para construção de um país melhor para as pessoas da 3ª idade. “Estamos reafirmando o compromisso da classe contábil com essa causa nobre que é cuidar dos idosos. Vamos ajudar o Brasil”, disse.

A ministra Damares agradeceu a ação conjunta com o CFC, reforçando que os resultados irão beneficiar idosos em todo o Brasil. “Eu acredito muito nesse instrumento e nessa parceira. Essa é a oportunidade que temos para ampliar as doações aos fundos e promover mais políticas públicas que possam transformar a vida deles para melhor. E não existe classe mais preparada que vocês para essa missão. O dia de hoje ficará para a história do Brasil”, ressaltou.

 

Ela destacou os esforços do Governo Federal em prol da Política Nacional do Idoso e disse que o assunto está entre as prioridades do presidente Jair Bolsonaro. “Há anos não tínhamos um governo que olhasse para os idosos. Eles estão abandonados em nosso País. São várias as denúncias de maus tratos e violência a essas pessoas da melhor idade. É triste. Mas eu estou certa de que estamos trilhando o caminho do bem e a ajuda dos contadores está sendo um grande presente nessa caminhada”, afirmou emocionada.

O vice-presidente de Política Institucional do CFC, Joaquim de Alencar Bezerra Filho, ressaltou que o CFC é uma entidade de classe que dá exemplo ao Brasil. “Nós somos protagonistas no processo de desenvolvimento econômico e social no País. E no exercício da cidadania profissional assumimos a missão de entregar à sociedade, através do nosso labor, os benefícios que ela merecem. Cabe a nós essa contribuição de cuidar da fiscalização, do controle, da transparência, das boas práticas e do incentivo ao desenvolvimento das políticas públicas”.

O coordenador-geral do PVCC, conselheiro Elias Dib Caddah Neto, acrescentou que o Conselho conta com “mais de 8 mil voluntários no Brasil desenvolvendo ações que versam além da educação financeira, o controle social ”. Dessa forma, segundo ele, o propósito é fazer com que o programa avance e que se tenha cada vez mais braços em todo o país.

A contadora Maria Constança Carneiro Galvão, uma referência na Classe Contábil pela luta em prol da terceira idade , também participou do encontro. Com vasto currículo, a contadora também é conselheira da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. “Confesso que não vejo mais idade ou menos idade. Devemos ser respeitados em nossa essência e integrar um passo tão importante em nosso País é algo maravilhoso”, concluiu.

Por Ingrid Castilho e Rafaella Feliciano / Portal CFC

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome