CRCGO e Sescon-Goiás apoiam projeto que visa suspender cobrança do Difal

0
145

Deputado se colocou à disposição para auxiliar na suspensão do Diferencial de Alíquotas

O presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRCGO), Rangel Francisco Pinto, se reuniu na segunda-feira, 18, com o deputado estadual Bruno Peixoto, para tratar sobre o Diferencial de Alíquotas (Difal) para micro e pequenas empresas, inscritos no simples nacional. Também participaram do encontro o presidente do Conselho Regional de Administração de Goiás (CRA-GO), Samuel Albernaz, e o presidente do Conselho Regional de Economia – 18ª Região (Corecon), Marcelo Van der Broocke.

Segundo Bruno Peixoto, o projeto deve ser alterado e a principal mudança proposta pelo deputado é a suspensão da cobrança do Diferencial de Alíquota para aquelas empresas do simples nacional que adquirirem produtos de outros Estados ao qual não tem em abundância em Goiás. Sendo assim, a intenção de Bruno Peixoto é manter o Difal para as empresas que compram produtos de outros Estados que tem em excesso em Goiás e, dessa maneira, incentivar o comércio local e o crescimento da economia do Estado de Goiás.

Buscando ainda mais apoio para o projeto do fim do Difal, o presidente do CRCGO, Rangel Francisco Pinto, e a gestora de ações sindicais do Sescon-Goiás, Sucena Hummel, se reuniram na terça-feira, 19, com o secretário de Indústria, Comércio e Serviços do Estado de Goiás, Wilder Morais. Na ocasião, Wilder Morais se colocou à disposição do CRCGO e Sescon – Goiás para auxiliar na suspensão do Difal e reiterou as alterações para o Projeto de Lei.

Por Sescon-Goiás

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome