Saldo de emprego na indústria paulista fica estável em setembro, aponta Fiesp

0
194

Com variação de -0,06%, foram encerrados 1 mil postos de trabalho no mês

O emprego na indústria paulista ficou estável em setembro, com variação de -0,06%, implicando no fechamento de 1 mil postos de trabalho, na série sem ajuste sazonal. Feito o ajuste, a variação marca -0,22% no mês. Computados os dados do acumulado do ano, o saldo segue negativo e totaliza o encerramento de 9 mil vagas na indústria. Os dados foram divulgados na quarta-feira (16/10) pela Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp).

“Setembro apresentou um resultado levemente melhor no saldo de emprego na indústria paulista do que o esperado para o mês, em razão das exportações de carnes para a China, que sofreu com a peste suína em seu mercado. Apesar dessa leve melhora, o mercado apresentou perdas no setor automotivo, que sofre com as exportações, em especial para a Argentina. Devemos encerrar o ano com saldo muito próximo ao fechamento de 2018, com crescimento zero”, diz José Ricardo Roriz, 2º vice-presidente da Fiesp e do Ciesp.

Desempenho por setores

Entre os setores acompanhados pela pesquisa, 45% apresentaram variações positivas, com 10 contratando, 8 demitindo, e 4 permanecendo estáveis.

Os principais destaques no campo positivo ficaram, principalmente, por produtos alimentícios (1.580); produtos diversos (536) e produtos de borracha e material plástico (252).

Entre os destaques negativos ficaram veículos automotores, reboques e carroceria (-1.427), couro e calçados (-952) e informática, produtos eletrônicos e ópticos (-608).

A pesquisa apura também a situação de emprego para as grandes regiões do estado de São Paulo e em 37 Diretorias Regionais do Ciesp. Por grande região, a variação em setembro recuou na Grande São Paulo (inclusive ABCD) (-0,09%), no ABCD (-0,75%) e praticamente estável no Interior (-0,01%).

Entre as 37 diretorias regionais do Ciesp, 68% apresentaram resultados negativos, sendo 25 com demissões, 1 estável e 11 com contratações.

Nas 11 que apontaram altas, destaque por conta de Araçatuba (4,84%), com geração de 2.400 vagas, influenciada por produtos alimentícios (6,17%); e por Limeira (1,25%), com a criação de 450 postos de trabalho, influenciado por produtos químicos (1,47%) e produtos de papel e celulose (0,55%).

Já entre as 25 negativas, destaque para Jaú (-6,90%), com o fechamento de 1.650 vagas, com influência de artefatos de couro e calçados (-31,01%) e produtos alimentícios (-0,82%), e Mogi das Cruzes (-1,06%), com o encerramento de 650 vagas, influenciado por máquinas e equipamentos (-3,23%) e materiais elétricos (-2,55%).

Para conferir os dados regionais, acesse: http://www.ciesp.com.br/pesquisas/niveldeemprego/

Por Fiesp

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome