Busca por mão de obra qualificada cresce no Brasil

0
932

Segundo Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), três em cada quatro empresas sofrem com a falta de mão de obra qualificada

A falta de mão de obra qualificada é uma barreira para o crescimento das empresas – e elas buscam soluções para esse problema. Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), três em cada quatro empresas sofrem com a falta de mão de obra qualificada.

No mercado de trabalho brasileiro, a procura por profissionais qualificados é maior do que a oferta, criando uma lacuna entre as competências requeridas pelas companhias e a qualificação dos trabalhadores, segundo um estudo da empresa de recrutamento e seleção Hays, o Hays Global Skills Index 2017.

As lacunas de competências são elencadas no estudo com base em diversos indicadores, como flexibilidade do sistema de educação, participação da população economicamente ativa, políticas governamentais e incompatibilidade de talentos. O estudo também indica as habilidades profissionais que serão mais demandadas pelo mercado brasileiro nos próximos anos. Entre elas, gerentes industriais, especialistas em segurança de aplicativos, coordenadores fiscais e planejamento de demandas.

Em contrapartida, as empresas buscam cada vez mais profissionais qualificados. Segundo uma pesquisa realizada pela Fundação Dom Cabral, 90% das empresas no Brasil tem dificuldade em encontrar profissionais, tanto altamente qualificados (83%) quanto com formação básica (58%).

A busca por profissionais qualificados se mantém até mesmo em períodos de crise: a Federação das Indústrias do Rio realizou uma pesquisa em 2016 com aproximadamente 600 fábricas no Brasil e, apesar da crise, 60% delas tiveram intenção de aumentar o quadro de funcionários, no entanto 53% não conseguiram preencher os postos de trabalho disponíveis por falta de mão de obra qualificada.

Já o Índice de Confiança Robert Half, estudo trimestral que mapeia o sentimento dos profissionais qualificados com relação ao mercado de trabalho, aponta que 88% dos executivos no Brasil consideram que hoje seja mais desafiador encontrar profissionais qualificados do que era há cinco anos.

As dificuldades estão principalmente em novos segmentos, como o mercado digital: estimativa da ABStartups indica que o segmento tem hoje até 5 mil vagas abertas – e poderia abrir outras 70 mil, se houvesse mão de obra qualificada.

Por V3com

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome