Mercado discute em SP desafios e tendências em Relações com Investidores para 2019

0
515

Assuntos ligados à tecnologia dominaram o encontro do seleto grupo de executivos das principais empresas de capital aberto do País

O mercado brasileiro de Relações com Investidores vive um período de transformações. Impulsionado pela compressão de margens e pelo avanço tecnológico, o setor enfrentará desafios em 2019. A aposta é de um seleto grupo de executivos das principais empresas de capital aberto do País, que debateu na capital paulista na manhã da última terça-feira, 11, os principais desafios e tendências do setor projetados para o próximo ano. Realizado no Corrientes 348, nos Jardins, Zona Sul de São Paulo, o encontro foi promovido pela RIWeb, líder nacional no desenvolvimento de tecnologias de comunicação para o mercado de RI.

Nomes como Rogério Tostes, diretor de relações com investidores da Estácio Participações;  Vicente Ferreira, diretor de relações com investidores da TIM; Eduardo Galvão, gerente de RI da Ultrapar; Bruno Menegazzo, gerente da área na Ourofino; e Suelen Miura, analista sênior de relações com investidores da Riachuelo abordaram temas ligados, sobretudo, à esfera da digitalização. “Big data e inteligência artificial, de fato, já influenciam o setor. Mas, até que ponto podemos mensurar o valor efetivo no relacionamento com investidores? Penso que o nosso maior desafio seja ouvir o mercado, apostando em inovações que, de fato, agreguem às demandas reais do dia a dia”, afirma Rodrigo Azevedo, CEO do Grupo Comunique-se, que conduziu o encontro.

Vicente Ferreira reforça que “gaps” tecnológicos no setor ainda precisam ser resolvidos. “Recursos genuinamente de IA ainda não estão sendo utilizados nos assistentes virtuais implementados para o mercado de relações com investidores. Outras aplicações para ‘targeting’ e ‘survaillance’ parecem ainda embrionárias”, acredita o diretor de relações com investidores da TIM. Rogério Tostes, por sua vez, destaca a importância de plataformas mais amigáveis para atualização de sites. “Precisamos liderar o processo de ‘ponta a ponta’, conhecendo as plataformas que nos dão suporte e autonomia para operacionalizá-las 100%”, aposta o  diretor de relações com investidores da Estácio Participações.

Oportunidades de networking entre os profissionais de RI, como o encontro realizado pela RIWeb, são fundamentais para a integração do setor na avaliação do grupo. “É muito importante poder estar ao lado de outros RIs. Tendencialmente, ficamos muito no ‘casulo’, olhando para dentro de casa. Não costumamos sair para discutir temas que nos impactam direta ou indiretamente. Estamos todos abaixo do mesmo guarda-chuva, que é o mercado de capitais. Somos submetidos às mesmas regras de mercado. Então, oportunidades como essa, de troca de experiências, em que vemos práticas de mercado, são muito importantes. Há um grande valor em ver colegas testando soluções diferentes para os desafios que compartilhamos”, finaliza Tostes.

Por Higor Gonçalves – Grupo Comunique-se

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome