Como atrair e reter o jovem profissional nas contabilidades

0
273

Tenho de ser sincero, e você terá de admitir, que não é de hoje que falta mão de obra qualificada nas contabilidades. Se o empresário contábil quiser sair do escritório para de fato “exercer” sua profissão, ele precisará de uma equipe capacitada para dar respaldo, e evitar maiores problemas.

Todos sabemos que o contador costuma enfrentar enormes dificuldades para se manter atualizado e, ao contrário do que possam pensar alguns administradores, são os principais aliados da gestão contábil. A responsabilidade do contador cresceu e hoje ele está mais ligado à gestão da empresa.

Uma contabilidade incorreta certamente vai gerar problemas mais sérios e graves para a empresa e o contador, portanto, deve ter conhecimento de tudo o que acontece dentro da empresa para tomar as decisões mais corretas.

Como ninguém pode fazer tudo sozinho, o contador precisa ter uma equipe de auxiliares, logo, tanto para o contador de uma empresa de maior porte quanto para o administrador de um escritório contábil, é necessário que os funcionários estejam bem preparados, com a devida qualificação para efetuar os registros e atender todas as condições exigidas pela complexidade das empresas clientes.

No momento em que o contador passa a não ter mais todas as informações corretas, não terá condições de acompanhar o processo contábil e fazer uso adequado das ferramentas, ou seja, não terá como manter a qualidade de seus relatórios.

A solução mais acertada, é a qualificação das pessoas responsáveis diretamente pelos processos contábeis, com remuneração compatível com o mercado, garantindo que os profissionais que tenham conhecimento da empresa sintam-se motivados a permanecer no escritório.

Mas será que para ter bons profissionais, basta apenas pagar bem?

As motivações pelas quais as pessoas trabalham não se limitam somente a um bom salário. Apesar deste indicador ser importante, ele já não serve como atrativo exclusivo para manter bons funcionários trabalhando na sua empresa.

As pessoas observam o que a empresa tem a oferecer, a cultura de trabalho, oportunidades de crescimento profissional dentro da empresa e organização interna do trabalho.

Nunca duvide do impacto que o ambiente de trabalho tem na retenção de talentos. Se o local em que o funcionário trabalha não inspira conforto e segurança, ele dificilmente se sentirá motivado neste espaço.

Estabeleça um ambiente descontraído, leve e tranquilo para que os seus colaboradores sintam prazer em estar dentro da sua empresa. O mesmo conceito deve ser aplicado para suavizar normas rígidas.

Jogue limpo, deixe claro quais são as atribuições

Em tempos de crise, as empresas exigem que os profissionais sejam “multitarefa”, até certo ponto é natural afinal o número de desempregados aumentou consideravelmente, e quem não foi demitido se vê obrigado a arcar com uma carga de trabalho maior.

Mas verdadeiros talentos são os melhores no que fazem, por isso, eles precisam saber exatamente quais são suas atribuições e devem ser cobrados à altura.

É importante definir claramente as funções e responsabilidades de cada cargo para que o profissional saiba o que deve fazer, em que prazo e com qual nível de qualidade.

Reconheça e recompense os funcionários que se destacam

Ninguém gosta de dar o seu melhor e ter a sensação de que não é reconhecido, ou que recebe o mesmo tratamento de quem faz o básico. É preciso deixar claro para os colaboradores que o trabalho que é feito ali é parte de um propósito maior, e recompensá-los por isso.

O feedback também tem a função de reconhecer o que está sendo bem feito e de corrigir os comportamentos que precisam de mais atenção. Esse é um momento único que pode definir a vontade do bom colaborador de ficar ou não na sua empresa.

Se o empresário contábil não é capaz de reconhecer o bom trabalho de um funcionário e sua importância nos resultados da empresa, o mercado pode notar suas qualidades, e com certeza, o funcionário não hesitará em buscar uma oportunidade melhor.

Desenvolva seus funcionários

Os melhores talentos em uma área não são necessariamente pessoas de fora, com nome feito no mercado. Um funcionário de dentro da empresa, com formação sólida e vontade de aprender pode ser mais valioso.

Por isso é importante ter um programa de desenvolvimento de pessoas e criar um ambiente onde os melhores colaboradores se sintam desafiados a dar o seu melhor.

Por Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

 

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!
Baixe para iOS.
Baixe para Android.
Baixe em HTML5.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário.
Seu nome